Ouça a angústia do silêncio no próximo!

A cada dia surgem novos estudos que apontam a perda auditiva como fator de risco para depressão e declínio cognitivo nos idosos. Atualmente, a perda auditiva é a terceira condição de saúde mais comum nos idosos, perdendo apenas para doenças cardíacas e para artrite reumatoide. Dentre todas as doenças, a perda auditiva é considerada a quinta maior causa de anos vividos com incapacidade, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Como o desenvolvimento dessa condição aumenta com o avanço da idade, os idosos tendem a se afastar de ambientes com ruídos, pois os mesmos dificultam a sua comunicação com familiares e amigos. Infelizmente, esse isolamento social pode contribuir com a demência, depressão, redução de atividades físicas e consequente maior fragilidade dos idosos.

Hoje, já há vários estudos que indicam a relação da perda auditiva com alterações cerebrais. E você ainda acha que não ouvir direito é algo que pode ser deixado de lado, sem dar a devida atenção? Ouvir bem é compartilhar o que você tem de melhor com o mundo!

Fontes:

AGE-RELATED HEARING LOSS AS A RISK FACTOR FOR LATE FILE DEPRESSION AND COGNITIVE DECLINE: Session 408

The american Journal of Geriatric Psychiatry

Vol27, Issue 3, Supplement, March 2019, Pages S43-S44

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1064748119302076